Pubvet
5 artigos mais acessados em julho 5 artigos mais acessados em julho
A Pubvet elaborou uma lista com os cinco artigos mais lidos no mês de julho! Agradecemos a comunidade de pesquisadores e profissionais atuantes que... 5 artigos mais acessados em julho

A Pubvet elaborou uma lista com os cinco artigos mais lidos no mês de julho!

Agradecemos a comunidade de pesquisadores e profissionais atuantes que fazem da nossa revista uma referência para as áreas de Medicina Veterinária e Zootecnia.

Fique à vontade e acesse os itens abaixo. Boa leitura ?

Dica: clique nas palavras-chave e confira outros artigos da Pubvet relacionados ao mesmo tema. 


A utilização da oxigenoterapia hiperbárica no tratamento de fasceíte necrotizante do prepúcio de um cão idoso

cicatrização , ferida , hiperbárica , veterinária

“A constante evolução de tecnologia na medicina veterinária exprime a busca incessante da melhoria na eficiência dos tratamentos, visando minimizar o sofrimento do paciente, a redução do tempo de tratamento, a exposição aos fármacos e por consequência a minimização do custo total do tratamento. A oxigenoterapia hiperbárica é uma terapia inovadora para pequenos animais, que são mantidos no interior de uma câmara hermeticamente fechada, com suprimento controlado de oxigênio a 100%, por períodos de tempo previamente estabelecidos e submetidos a níveis de pressão, acima de uma atmosférica. A câmara hiperbárica exerce a possibilidade de acelerar o processo cicatricial de feridas. A longevidade é um dos fatores que pode representar um empecilho ao perfeito processo de cicatrização nas espécies. O presente trabalho relata o caso de um canino macho de 14 anos com lesão necrosante no prepúcio, tratado com oxigenoterapia hiperbárica, e a total regressão da lesão em 10 sessões hiperbáricas.”.

Autores: Marcelo Fialho Mazzi


Uso de gordura protegida na alimentação de ruminantes

“Para suprir as necessidades energéticas e garantir o desempenho produtivo dos ruminantes, é necessário assegurar uma adequada ingestão de energia. Uma importante característica da gordura é seu alto valor energético, fornecem mais energia que os carboidratos. Os lipídeos utilizados nas rações aumentam a capacidade de absorção de vitaminas lipossolúveis e apresentam propriedades físicas, químicas e fisiológicas que são importantes no processamento da ração, na nutrição animal e proporciona melhoria na palatabilidade. No entanto, valores indesejáveis na dieta podem causar transtornos no rúmen do animal. Com isso a utilização da gordura protegida além de não prejudicar a absorção de nutrientes, também não causa redução na digestibilidade, uma vez que a mesma passa intacta pelo rúmen em níveis normais de pH e é metabolizada no intestino, onde ocorre um melhor aproveitamento. O uso desta fonte alternativa de energia vem aumentando e trazendo bons resultados aos produtores, melhorando características reprodutivas e produtivas”.

Autores: Jacinara Hody Gurgel Morais, Renata Nayhara de Lima, Andrezza Kyarelle Bezerra de Moura, Patrícia de Oliveira Lima, Maria Vivianne Freitas Gomes de Miranda


Shunt portossistêmico em pequenos animais

Encefalopatia hepáticaShuntDesvio portossistêmicoAnel ameróide

“O desvio portossistêmico (DPS) ou shunt portossistêmico é a anomalia circulatória hepáticamais comum em cães. Esta patologia é uma conexãoanormal entre a circulação portal e sistêmica quedesvia o fluxo sanguíneo do fígado em variados graus. Destemodo, substâncias tóxicas e hepatotróficas importantes oriundas dopâncreas e dos intestinos são absorvidas e enviadas diretamentepara circulação, sem passar pelo fígado. Essedecréscimo do fluxo sanguíneo vai resultar em atrofia e subsequente disfunção do fígado, diminuindo cada vez mais o metabolismo hepático das toxinas intestinais que se acumulam no sangue. O tratamento definitivo é cirúrgico, por meio da correção da anomalia vascular por meio de ligadura ou implante de anel metálico. Se a cirurgia não for realizada, o tratamento clínico a longo prazo pode ser eficiente por até dois anos”.

Autores: Robson Oliveira dos Santos, Carlos Alberto Sanchez, Rogério Carletti Rocha, Michel Eduardo Mello, Angélica Rocio Carvalho


O uso da técnica do Creep-feeding na suplementação de bezerros

cocho privativodesmama precoceproteína bruta, suplementação de bezerro

“O desmame de bezerros de corte é assunto importante na pecuária brasileira, permite otimizar o manejo e a produção e, conseqüente, obtenção de melhores resultados econômicos. Nesse contexto, a técnica de alimentação suplementar denominada creep-feeding pode assumir grande importância e, conforme as circunstâncias tornar-se quesito indispensável para encurtar o tempo necessário ao acabamento dos animais para abate, além de proporcionar significativo descanso da matriz, o que resulta em melhoria das suas funções reprodutivas, pois alivia a carga produtiva a ela imposta. Por outro lado, a suplementação deve ser criteriosa e adequada às condições de produção de cada sistema, sendo necessária uma avaliação de cada dieta, indicando se há equilíbrio entre os alimentos e se os requerimentos são atendidos, sem gastos desnecessários de nutrientes. Esse estudo abrange pontos importantes na pecuária de corte, principalmente no que diz respeito à suplementação dos bezerros, enfatizando as instalações, alimentação, manejo dos animais e demonstrando as vantagens e efeitos nos animais submetidos à técnica de creep feeding, visando acompanhar as tecnologias a qual a pecuária brasileira vem passando. A utilização de suplementação de bezerros com uso de creep feeding visa acelerar o ciclo de produção de carne como a produção de novilhos precoce, e ainda melhorar a eficiência reprodutiva das matrizes”.

Autores: Carlos Clayton Oliveira Dantas, Fagton de Mattos Negrão, Luiz Juliano Valério Geron, Alexandre Agostinho Mexia


Leishmaniose Visceral Canina (LVC)

diagnóstico, Leishmania spp., parasitologia

“A Leishmaniose Visceral Canina trata-se de uma doença de grande importância na saúde pública, uma vez que é uma zoonose que vem tomando dimensões preocupantes. Devido à urbanização dessa doença, há dificuldades no controle de vetores e reservatórios, além do desafio da conscientização da população e preparação de profissionais da saúde em diagnosticá-la e tratar os humanos acometidos. A maior preocupação é o diagnóstico precoce da doença e a eliminação, não só dos reservatórios caninos, mas também dos vetores. A Leishmaniose Visceral Canina encontra-se entre as doenças de maior interesse na saúde pública, sendo assim, doença com caráter de notificação compulsória e, uma vez que o animal é diagnosticado como positivo, legalmente tem o sacrifício como obrigatório. Essa doença tem caráter crônico, e pode causar a morte em indivíduos imunossuprimidos e em crianças se não for diagnosticada precocemente e tratada adequadamente.”.

Autores: Jéssica Lima Ferreira

Pubvet

Somos, há dez anos, uma editora especializada em publicações na área da Medicina Veterinária e Zootecnia. Nossa missão é estabelecer a comunicação entre o campo e a academia :)